11 de maio de 2015

Solta a língua, Anandha!

Quem soltou a língua dessa vez foi a Anandha, uma leitora realmente apaixonada pelo mundo dos livros e que, nas coincidências birutas da vida, acabou cruzando com a história de b e Felipe. Além de ler bastante, ela também gosta de gravar alguns vídeos para seu canal, o Diversas Coisas, onde já fez vídeos sobre os dois livros da Milu Leite, em parceria com a Editora Biruta.

20150518_173055_resized

Mas, chega de detalhes. Solta a língua, Anandha!

O que mais chamou sua atenção nos livros O dia em que Felipe sumiu e O dia em que b apareceu?
Gosto muito da forma da escrita e adorei as ilustrações dos dois. A leitura é viciante, não dá vontade de parar.

Com qual dos personagens você mais se identificou?
Acho que com o cachorro Tobias (risos). Ele sabe muito bem o que aconteceu com o Felipe, mas não pode falar pra ninguém. É como me sinto algumas vezes.

Você tem algum amigo que parece com algum dos personagens desses livros? Ou, quem sabe, um tio, uma prima, um vizinho? Em quê essa pessoa se parece com o personagem?
Tenho, a minha amiga Carol que, como a Dora, ama futebol e joga muito bem. Fisicamente também são bem parecidas. Vi a Carol na hora. No livro do b tem a garota que inspirou a Dora e ela é bem enturmada com os garotos, como a Carol é.

Você já tinha conhecido um cachorro tão esperto quanto o Tobias?
Não. Na verdade nem gosto muito de cachorros. Mas achei o Tobias muito legal. Até teria um Tobias se ele existisse.

O que você achou dos amigos do Felipe? De qual deles você mais gostou?
Achei loucos e um pouco tapados. De quem mais gostei foi do Hipotenusa que é um pouco mais esperto que os demais. Menos que a Dora, claro, que como toda menina sempre vence em esperteza (risos).

Se estivesse no lugar de Felipe, o que você tentaria fazer para escapar do esconderijo?
Chamaria a atenção do homem para ele abrir a porta e ver se tava tudo bem, e correria o mais rápido possível. Nunca faria o que eles fizeram, foi nojento!
Ou podia dizer que estava contaminada e que o vírus poderia infectá-los se eles continuassem me prendendo.

Se você fosse um dos amigos do Felipe, o que faria para descobrir onde ele estava?
Se eu fosse a Dora iria ao local do encontro marcado, no barraco azul. Se fosse um dos meninos, parava de discutir quem ia ficar com a Dora e refaria os últimos passos do Felipe. Sem contar que, prestar atenção no Tobias, também seria bom.

Qual foi sua ilustração favorita de cada um dos livros?
No b, a contracapa com a cara do b espiando.

b

No Felipe, a da Dora com o Tobias é fofa.

felipe

O que você mais gostou na escrita da Milu Leite?
Ela usa nossa própria linguagem, muito fácil de compreender. Ela dialoga com o leitor de uma maneira muito legal. Ela coloca a gente dentro da história, na hora que tá acontecendo. Não gosto de autores super detalhistas que se esquecem da história que estão contando e de quem está lendo.

Se tivesse uma continuação, o que você gostaria que acontecesse no final de O dia em que Felipe sumiu?
Transformaria o vira-lata Tobias em um cão detetive reconhecido pela polícia para solucionar mistérios com a ajuda de toda turma, claro. E com o Felipe e a Dora juntos. Tá eu gosto de romance (risos).

Compartilhe ...

E deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Miguel Medeiros