29 de outubro de 2015

O direito de brincar

banner_blog_biruta

O Blog Biruta Gaivota trouxe uma novidade super divertida para o Soltando a língua. A partir de hoje, que também é o Dia Nacional do Livro, vocês vão acompanhar algumas resenhas feitas por personagens do nosso mundo biruta e gaivotesco!
É isso mesmo, eles vão sair da história deles pra falar da história dos outros personagens. Uma birutice que só!

Para começar, convidamos um garoto que chegou há pouco tempo na nossa turma, e já está acostumado a escrever resenhas. É o Heitor, do livro Os meninos da biblioteca, que, segundo o autor João Luiz Marques, “nasceu personagem de blog, virou personagem de livro, e agora escreve resenhas para fora.” Muito legal, não é?

Vamos ler juntos?

O livro e a luta de Luiz Antonio Aguiar

Fiquei muito feliz com a escolha do livro da minha resenha de estreia, primeiro porque ele conta a história de uma luta política, assim como a história que contei no meu livro. Segundo, porque ele foi escrito pelo Luiz Antonio Aguiar, que já conheço pessoalmente, de quem já li muitos outros livros e adoro o jeito como ele escreve e conta suas histórias. O livro se chama Piscina já!.  

A história se passa nos anos de 1970 e as ilustrações do Tiago Lacerda me lembram muito bem algumas fotos que já vi dessa época. Nesse tempo o Brasil vivia sob uma Ditadura, aprendi na escola, li e ouvi muitas histórias e sei que foram anos muito difíceis.

Enviei um e-mail contando para o Luiz Antonio que eu ia resenhar o livro dele, e tivemos uma conversa super legal sobre como a própria história dele influenciou na história do livro. Contei mais sobre essa conversa lá no meu blog, e tenho certeza que vocês vão gostar de conhecer um pouquinho mais sobre esse autor.

Mas, voltando para minha resenha…

A luta da turma do Condomínio da Colina

A turma do Condomínio da Colina, que tinha entre 6 e 13 anos na época, era formada pela Lara, que é quem conta a história, pelo Anjo, que era o líder da turma, a Zuzu, o David, e os irmãos da Lara, Rubinho e Carlinhos. O Condomínio da Colina ficava num morro, na Serra de Araras, “tinha umas dez casas e muita garotada”, era lá que todos passavam as férias de verão, e a casa onde a Lara ficava, era da sua avó.

Nas férias em que acontece essa história, nem bem a Lara chegou ao condomínio, o Anjo já foi lhe avisando: – “Estamos sem piscina!” O general Pimenta tinha secado a piscina da garotada, que era o centro de todas as brincadeiras, formada por um riozinho que vinha do alto da serra e dava numa cascatinha, logo acima do platô, onde ficava a casa da avó da Lara. Era uma piscina de água corrente, pois quando transbordava, a água voltava para o rio.

O condomínio tinha casas simples, de madeira, que ficavam na parte de cima do morro. O general Pimenta era novo no condomínio e comprou uma casa enorme na parte de baixo, bem diferente das outras. Como o riozinho mal chegava em sua casa, ele vivia reclamando que não dava para encher a piscina que ele tinha construído no terreno. Para resolver o problema, o general mandou fazer um encanamento, desde lá de cima da serra e trazer a água direto para o seu terreno. Essa obra secou a piscina da turma que, inconformada, foi à luta. E uma luta bem animada, cheia de estratégias que, só lendo o livro, vocês podem ver e viver.

Piscina Já_pag 70

Outro personagem bacana e que gostei muito no livro é o tio Zeca, tio da Lara e grande herói da turma. Ele usava barba, cabelos bagunçados e camisetas com estampas de Che Guevara, gostava de Beatles, sempre tinha uma boa história pra contar, e teve um destino como muitos outros que lutaram contra a Ditadura.

Esse personagem foi inspirado em um depoimento que o Luiz Antonio ouviu: “Essa história não tenho permissão para revelar, a não ser para dizer que o tio Zeca, em grande medida, existiu. A história de meu personagem foi tirada de um depoimento que me cederam. Eu romanceei um tanto, mas no fundo aconteceu”.

Piscina Já_pag 08

Compartilhe ...

E deixe seu comentário!

Uma resposta para “O direito de brincar”

  1. […] Vamos à resenha. Leia a minha resenha do livro Piscina, já!, de Luiz Antonio Aguiar, ilustrado por Tiago Lacerda e publicado pela Editora Biruta, no blog da editora: http://www.blogbirutagaivota.com.br/soltando-a-lingua/o-direito-de-brincar/ […]

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Miguel Medeiros