29 de janeiro de 2015

André soltou a língua!

Durante o ano, cultivamos e investimos na Parceria com blogs muito queridos. Um deles é o Andrecefalia, nosso parceiro desde 2014, e um grande admirador do trabalho de um dos nossos autores.

Dessa vez, o André é que assumiu esse papel de escritor…

“Acredito que todo bom amante de livros consegue aprender muita coisa quando lê. Crianças, por exemplo, tem toda uma seção de livros lúdicos e interativos nas livrarias, ensinando nomes de cores, sons ou numerais. Já os infanto-juvenis, escritos para quem já amadureceu um pouquinho, trazem um conteúdo mais profundo.

Meu escritor infanto-juvenil preferido é o Caio Riter, gaúcho, professor, mestre e doutor em Literatura Brasileira. Fico encantado com o modo como ele desenvolve suas histórias e consegue mostrar muito bem este “algo a mais” que os livros tem. Por exemplo, em Duas Vezes na Floresta Escura, Caio criou todo um clima de mistério e crime, mas também tem uma história de solidão por trás de tudo.

Em Pedro Noite, a gente acompanha um protagonista negro confuso por ter uma avó branca, lidando um pouquinho sobre racismo. Outro livro incrível dele que mora na minha estante é Eu e o silêncio do meu pai. Neste, um garoto tenta combater (na base de uma prosa poética e bastante tocante) todos os silêncios que seu pai provocava, falando um pouquinho sobre ausência. Ausência também aparece em Maria e seu sorriso na janela e Meu pai não mora mais aqui.

Perceber tantas histórias diferentes e se identificar com cada uma delas é uma maneira de entender que não estamos sozinhos, existem pessoas parecidas conosco por aí. É incrível poder se espelhar em um protagonista com os mesmos problemas que a gente, sabe?

Também com a leitura que se aprende a notar a individualidade de cada personagem e de cada história e, assim, exercer empatia na vida real. Livros são tão importantes por isso: por terem narrativas reais, mesmo na mais fantasiosa das aventuras.

duas vezes

Compartilhe ...

E deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Miguel Medeiros