27 de abril de 2015

Papeando com Ana Cristina Massa

Ela é a autora da nossa querida série de ficção juvenil Os Invencíveis e de Aqualtune e as histórias da África. Além disso, também é jornalista e escritora. Estreou na literatura juvenil com o livro Mistério no Museu Imperial, que recebeu o selo “Acervo Básico para Jovens” da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil/2004 e foi selecionado para o PNLD/SP/2004 e para a Feira de Bolonha em 2004.

Mas, como será o seu dia a dia? Onde busca inspiração para escrever? E quais são seus personagens favoritos?

Só papeando para descobrir…

Quem é a Ana Cristina Massa?
Eu sou uma pessoa curiosa. Sobre tudo. Adoro conhecer lugares e pessoas novas. Sou agitada, falastrona, adoro dias de sol, prefiro verão ao inverno, amo chocolate, vou muito ao cinema, gosto de filmes de amor e adoro ler! Tenho dois filhos maravilhosos, e os melhores amigos do mundo. As vezes fico triste, mas passa logo! Sou sortuda, trabalho criando histórias…Isso pra mim é mágico.

O melhor lugar para o surgimento de riscos e rabiscos é…?
Qualquer lugar! O escritor não escolhe quando uma boa ideia surge! Ela simplesmente aparece…É só estar atento. Por isso carrego sempre comigo um caderno de anotações e com uma caneta!

Quem é o melhor amigo criado por você?
Todos! Tem dias que gosto mais de um, noutro dia prefiro outro personagem.. Nasceram todos da minha emoção, da minha imaginação!

Uma viagem inesquecível seria nas páginas de qual livro?
“O Velho e o Mar” De Ernest Hemingway. Uma aventura em alto mar. Queria estar naquele barco, com o velho Santiago, um bravo pescador! Adoraria ter conhecido esse homem corajoso.

Qual é seu companheiro favorito de aventuras (dentro ou fora do mundo literário)?
Quando eu era criança, sonhava em morar lá no “Sítio do Pica Pau Amarelo”. Na minha imaginação passei algumas férias com a Narizinho, comia os bolinhos de chuva da tia Anastácia e vivia ouvindo as histórias do Visconde de Sabugosa. Eles eram bons companheiros de aventura. Mas também me divertia com meus amigos reais, amigos do prédio! Brincava de pique esconde, pega pega…Ainda tenho amigos de aventura daquela época.

Escrever um livro é…
Deixar a imaginação me levar! Ver uma história nascer, me faz sentir como se fosse de verdade!Quando eu escrevo eu viajo para dentro do livro…Me emociono com cada personagem! É uma delícia!

Qual é a parte mais legal desse processo (desde o surgimento da ideia até a publicação)?
A criação da história. Ver como os personagens tomam forma, ganham vida. Depois quando o livro fica pronto e chega nas minhas mãos é como algo que ganhou vida! Mas ver um leitor feliz, animado como livro que acabou de ler é o que me dá mais alegria!

Se não fizesse reportagens ou inventasse mundos e personagens, o que você faria?
Eu amo escrever! Talvez fosse professora..De português ou história.Mas ia acabar cuidando da biblioteca de alguma escola! Não me imagino fazendo outra coisa…

Onde fica/o que você faz quando busca inspiração?
Busco inspiração o tempo todo. Numa ida ao supermercado estou ouvindo histórias, observando as pessoas…Acho que um escritor está sempre trabalhando…Até quando tira férias.

A melhor página em branco é…
Algo que está pedindo pra ser preenchido. A melhor página em branco é a próxima, é o que vem de novo…As surpresas boas da vida…Uma história boa pra viver e contar!

 

E para finalizar esse papeando, que tal um cantinho desses para se inspirar e escrever histórias incríveis? Esse é o da Ana Cristina Massa.

foto

Compartilhe ...

E deixe seu comentário!

6 respostas para “Papeando com Ana Cristina Massa”

  1. Renata Del Tedesco Curral disse:

    Olá, boa tarde!

    Sou Renata, professora de uma escola da Rede Municipal de São Paulo e Coordenadora de Estudos Literários de Academia Estudantil de Letras (AEL) que temos em nossa escola. Segue um link para maior conhecimento do referido projeto: http://portal.sme.prefeitura.sp.gov.br/Main/Page/PortalSMESP/Apresentacao-16
    Nossa Academia conta com 35 alunos-acadêmicos que representam escritores da nossa literatura, eles são carinhosamente chamados pelos nossos alunos de “amigos literários”. Na nossa academia temos muitos fãs da Ana Cristina Massa e uma das alunas da academia é titular de uma cadeira dessa autora. Um dos trabalhos dos acadêmicos é construir uma pasta a partir de uma pesquisa sobre a vida e as obras do seu amigo literário.
    Ocorre que temos tido dificuldade de encontrarmos mais informações sobre Ana Cristina Massa. As biografias que possuímos são breves, gostaríamos de aprofundar. Se pudessem nos ajudar ficaríamos muito gratos.

  2. gabriel jorge guilherme disse:

    Boa tarde,sou aluno da escola municipal irineu marinho,tenho que fazer um trabalho que e entrevistar a senhora pos estou lendo o livrio o misterio no museu imperial eu sou aluno do 7 ano sou aluno da professora lucimara, gostaria de saber como surgiu a ideia de contar essa historia,como a senhora começou a sua carreira como escritora se gosta muito do que faz ,e quando esta escrevendo gosta de ficar so?e quanto tempo demora , mas ou menos para escrever um livro e quando nao esta escrevendo oque gosta de fazer, se poder me responder eu agradeço.

  3. gabriel jorge guilherme disse:

    Olá; Sou aluno da escola municipal Irineu marinho, localizada no bairro de marechal hermes; Meu nome é Gabriel jorge;aluno do sétimo ano da professora Lucimara; estou lendo o livro ” Mistério no museu imperial”; E meu trabalho é uma entrevista com você Ana Cristina Massa! Gostaria de saber como surgiu a ideia deste livro? aonde foi escrito? Quando está escrevendo,gosta de ficar só? Procura algum ambiente calmo ou especifico para realizar o livro? Como é escrever um livro? Quando não está escrevendo,o que gosta de fazer?

    Espero minhas respostas!
    Um boa tarde !!

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Miguel Medeiros