12 de janeiro de 2015

Vaga-lumes no pote

Todo mundo sabe que o sonho de um vaga-lume é brilhar, não é mesmo? Lá na história do Vagalumice, nós conhecemos um que precisava crescer para ter sua própria luz e, quando finalmente chega o momento, algo explosivo acontece. Para saber como ele vai lidar com essa mudança, vocês precisam conhecer o livro.

E enquanto isso, o Monte seu Ninho vai mostrar como é possível decorar vários lugares da casa com potes de vaga-lumes.  Mas, calma! Não são vaga-lumes de verdade. É uma combinação divertida de ingredientes que vão brilhar, iluminar e colorir qualquer ambiente.

WP_20150112_001

 

Para começar, separe os seguintes materiais:

- Pote de vidro limpo e com tampa (pode ser daqueles de azeitona ou geleia)

- Algodão

- Glitter escolar

- Tinta colorida (também serve corante de comida, pó de gelatina ou pó para suco)

- Água

WP_20150111_002

Passo a passo:

- Coloque um pouco de água no pote e misture a tinta, com um pouco de glitter

- Mexa bem e coloque uma parte do algodão

WP_20150111_006

 

Se quiser fazer o Pote de Vaga-lumes com uma só cor, basta colocar mais água, encher o pote de algodão e tampar. Mas, existe a possibilidade de misturar as cores e fazer um pote com vaga-lumes coloridos. Para isso:

- Coloque mais algodão e, por cima, jogue um pouco de água misturada com outra cor de tinta e glitter

WP_20150111_007

 

- Na última camada, repita o processo de colocar algodão e água com tinta e glitter, de outra cor. Para preencher, coloque algodão até absorver todo o líquido colorido

WP_20150111_013

Por causa do glitter, o pote fica brilhante como uma morada de vaga-lumes coloridos, não acham? Agora vocês já podem escolher um lugar da casa para enfeitar o ambiente.

Essas são algumas ideias do que fizemos por aqui e que podem inspirar a criatividade de vocês.

WP_20150111_015

WP_20150111_018

Compartilhe ...

E deixe seu comentário!

2 respostas para “Vaga-lumes no pote”

  1. Andre Luiz disse:

    Que lindo fica ♥
    E é tão facinho de fazer que quero alguns vagalumes por aqui também agora!

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Miguel Medeiros