2 de fevereiro de 2015

Porta-lápis biruta

Nossos personagens estão voltando às aulas, junto com nossos leitores birutas. Por isso, o Monte seu Ninho de hoje trouxe uma atividade que pode ser feita na aula de artes ou em casa, com materiais reaproveitados. Basta juntar alguns rolinhos de papel higiênico, uma caixa pequena e alguns recortes de jornal ou revista. Em poucas horas, você terá um porta-lápis reciclável e bem diferente. Vamos aprender?

Material:

- Caixa quadrada (medida de referência: 20x20cm)
- Rolinhos de papel higiênico (mais ou menos, 12)
- Jornal velho, revista antiga ou papéis coloridos
- Tesoura
- Cola líquida
- Pincel

Modo de fazer:

- Recorte o jornal, a revista ou os papéis coloridos em pedaços médios

WP_20150123_008

- Com ajuda do pincel, espalhe a cola branca por toda a caixa (apenas do lado de fora)

- Cole os recortes de papel, e não se preocupe se alguma pontinha ficar para fora

WP_20150123_010

- Espere secar por, mais ou menos, 24 horas

- No dia seguinte, espalhe cola branca por cima do papel. Espere secar por mais um dia. Dessa forma, o porta-lápis ficará com um acabamento brilhante e liso

WP_20150123_012

Quando toda a parte de fora estiver seca, é hora de mexer na parte de dentro. Para isso:
- Espalhe bastante cola branca no fundo da caixa e cole os rolinhos em pé, um ao lado do outro. Para que fiquem bem presos, você pode colocar um livro por cima, enquanto espera secar

WP_20150123_016

- Depois de um dia, o porta-lápis estará pronto para usar. Agora, é só preencher com sua coleção de lápis de cor, as canetas, a tesoura, a cola, a régua e o que mais você quiser.

WP_20150202_003

Agora, 2015 será um ano muito mais divertido e colorido!

Compartilhe ...

E deixe seu comentário!

Uma resposta para “Porta-lápis biruta”

  1. […] 10)Reutilize! Antes de comprar algo novo, veja se é possível reutilizar o que você já tem. Imprima dois lados no papel sulfite, utilize folhas de rascunho para imprimir pesquisas escolares e reaproveite materiais usados para confeccionar brinquedos ou trabalhos manuais. […]

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Miguel Medeiros