6 de fevereiro de 2014

Trem de um piscar!

Almir Correia criou O Trem Maluco que cada hora está de uma forma e cada minuto está em um lugar e a cada segundo faz piuííííííí!

Os trens modernos andam a uma velocidade gigantesca, e é difícil acompanhá-los. Mas não foi sempre assim…

No Brasil, o meio de transporte ferroviário instalou-se por volta de 1854, na ligação entre a Baía de Guanabara e a cidade de Petrópolis. Muito se desenvolveu depois da chegada do trem: maior escoamento da produção de café, transporte de pessoas, interligação de ideias e modernidade do país. As ferrovias passaram a formar uma malha em direção a Santos, o principal porto da época.

Foram construídos mais de 29 mil quilômetros de ferrovia no território brasileiro até os dias de hoje, enquanto nos Estados Unidos a malha ferroviária é cerca de 14 vezes maior. Ao mesmo tempo, o Vaticano é o lugar com a menor estrada de ferro: apenas 862 metros!

O primeiro trem a vapor foi feito na Inglaterra durante a revolução industrial, em que houve um boom de produção e necessidade de um transporte de grande escala e mais veloz. O primeiro trem a vapor foi construído em 1833 por um inglês e comportava dez toneladas e apenas 70 passageiros. Sua velocidade não ultrapassava 8 km/h. Com a evolução tecnológica, um trem bala dos dias de hoje consegue atingir 300 km/h, atravessando grandes distâncias e embarcando maior número de pessoas e cargas.

trem4

O uso do trem é mais comum na Europa, interligando os países. Lá é possível percorrer várias nações pelo sistema ferroviário que é moderno e ágil. No Oriente é possível perceber a evolução tecnológica nos trens. No Japão encontra-se a locomotiva mais rápida do mundo, que atinge 580 km/h! Estima-se, ainda, que esse trem alcance velocidade de 800 km/h em um futuro próximo.

Apesar de implicar em um grande ataque à natureza, a implantação do trem gerou uma cultura de progresso. Além disso, uma viagem de trem possibilita uma maior apreciação da paisagem e um tempo menor à chegada do destino.

trem2

Para aproveitar as belas paisagens e o agradável passeio que uma viagem de trem proporciona, o mercado de luxo passou a investir nas mais sofisticadas locomotivas. O trem Palace on Wheels, na Índia, entretém os passageiros com uma tribulação vestida a caráter. Eles recepcionam os novos viajantes usando turbantes, túnicas, acompanhados de música típica e elefantes adornados! Já imaginaram?

Como na Índia, a Suíça também investiu na personalização desse transporte. Neste caso, o Chocolate Train percorre um trajeto entre as atrações culinárias do país. Os tradicionais queijos e chocolates da Suíça são degustados em meio à visita das belas paisagens.

trem 3

A experiência de entrar em um trem excede uma simples viagem e consegue levar os passageiros para outras realidades!

Compartilhe ...

E deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Miguel Medeiros