29 de junho de 2015

Festival das estrelas

Lembra da história do Marcelo, no livro A camisa amarela da seleção brasileira? Depois de viver um momento constrangedor em uma festa de aniversário, ele decide fazer uma visita à sua obaachan. Sem querer, a visita acabou acontecendo bem na época do Tanabata Matsuri, o famoso Festival das Estrelas, que acontece todos os anos no bairro da Liberdade, em São Paulo.

Se você ainda não participou do festival, acompanhe essa Enciclopédia Biruta e saiba tudo sobre a origem e as comemorações da festança, e prepare-se, pois em 2015, o 37º Tanabata Matsuri acontecerá entre os dias 4 e 5 de Julho.

Orihime morava próximo a ViaLáctea, Amanogawa e era conhecida como a Princesa Tecelã, mas vivia sempre triste por estar ocupada e não ter tempo para se apaixonar. Seu pai, Tenkou, O Senhor Celestial, vendo a tristeza da filha, apresentou-lhe Hikoboshi, acreditando que ele fosse o par ideal para sua filha. Os dois logo se apaixonaram e se casaram, mas na vida deles havia apenas o amor, assim deixando de lado todos os seus afazeres e obrigações de lado. Tenkou separou o casal, obrigando-os a morar cada um em lados opostos da  ViaLáctea. O pai de Orihime, comovido com a tristeza em que a filha se encontrava, permitiu que o casal se encontrasse uma vez por ano no sétimo dia do sétimo mês, sendo que, neste dia, eles realizassem todos os pedidos vindos da Terra. A partir da foz da ViaLáctea um barqueiro levaria a princesa até o encontro do seu amado, mas, se ela não fizesse seu trabalho direito, seu pai inundaria o rio impossibilitando a travessia. Quando isso acontecia, com o choro de Orihime, um grupo de pássaros formava uma ponte ajudando-a a atravessar. Dizem que quando chove no dia do Tanabata é porque as aves não formaram a ponte, fazendo com que Orihime e Hikoboshi não se encontrem, tendo que esperar até o próximo ano para a realização dos desejos.

A camisa amarela_5

Na mitologia japonesa, a princesa é representada pela estrela Vega, e o rapaz pela estrela Altair, que ficam do lado oposto da galáxia e, realmente, só se encontram uma vez por ano. Daí, veio o nome do Festival.

Em 1603, a data se tornou um feriado nacional no Japão, e o festival é realizado em várias cidades, sendo o de Miyagi o mais tradicional, que acontece no mês de agosto para aproveitar as férias escolares de verão.

tanabata

Como aqui no Brasil existem muitos imigrantes japoneses, uma porção de seus costumes passou a fazer parte da nossa cultura. O Tanabata Matsuri, em especial, é realizado desde 1979 e sempre no mês de julho, no bairro da Liberdade, pela ACAL – Associação Cultural e Assistencial da Liberdade e pela Associação da Província Miyagi.

d8e86612144e4a818c1beabd348bbea8

As ruas e a praça da Liberdade recebem mais de 100 mil pessoas e são decoradas com grandes ramos de bambu, enfeitados com papeis coloridos que simbolizam as estrelas. Pequenos pedaços de papel colorido, chamados tanzaku, são pendurados nos bambus, para que as pessoas coloquem seus pedidos.

FESTIVAL

A programação fica por conta de shows, danças folclóricas, taikôe muito mais.

Tanabata-Matsuri-Liberdade-0303

Quer fazer seu pedido ao casal apaixonado? Venha participar do Festival das Estrelas! O Marcelo e a obaachan estarão por lá…

 

Fontes de pesquisa:
www.culturajaponesa.com.br

http://www.miyaguikenbrasil.com/#!tanabata/c1wfv

https://www.facebook.com/pages/Bairro-Da-Liberdade/519

Compartilhe ...

E deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Miguel Medeiros