10 de dezembro de 2013

O dia mais louco da vida de David, personagem de “2083”

Hoje vamos mostrar o segundo texto vencedor da atividade feita na Colégio Santa Lúcia Filippini! O final alternativo da história Romeu e Julieta foi inspirado no livro 2083, de Vicente Muñoz Puelles.

O David, protagonista do livro, descreve a birutice em que ele se meteu!

Vamos viajar juntos com ele e com as crianças pela Bibliotravel?

O dia mais louco da minha vida

Certo dia estava andando pela cidade e encontrei o lixão. Intrigado com aparência daquele local resolvi entrar.
Logo descobri que não era um lixão comum, mas sim um lixão de coisas muito antigas. Estava precisando de dinheiro, e me deparei com uma caixa toda enfeitada, esta continha um lacre que havia sido muito desgastado pelo tempo. Com um pouco de força, este cedeu e consegui abrir a caixa com muita facilidade.
Dentro dela tinha um maço de cruzados, que fiquei com medo de se desintegrarem, pois estas notas estavam muito resistentes (por algum motivo não descoberto).
Andando mais um pouco, encontrei outra caixa que continha dentro de si um atari (eu quase dei a louca); decidi levar para casa  tentar jogar. Também encontrei um livro chamado Romeu e Julieta que se desintegrou a um toque. Fiquei curioso para saber a história, assim decidi ir para a Bibliotravel.
A história se tratava de um amor proibido entre pessoas de famílias rivais. Decidi ajudar Romeu e Julieta, e na hora em que estavam fugindo decidi facilitar a fuga; porém algo deu errado.
Romeu achou que Julieta estava morta e tentou se matar, mas na hora H me joguei na frente e quem morreu fui eu.
Houve uma confusão e acabei terminando em um desenho bizarro chamado Telletubies.
Meu pai me disse que havia ocorrido um problema e as histórias haviam se misturado.
Pensei o que faria o resto da tarde, assim tive uma ideia brilhante, vendi o dinheiro antigo e comprei um jogo de atari (o que foi muito difícil de encontrar) e passei o resto da tarde jogando.

Texto da Letícia Bettio, Ana Laura Ferrari, Leonardo Borreron e Andressa Rocha.

Compartilhe ...

E deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Miguel Medeiros